Buscar
  • Redação

Exigência de cor da pele para vagas de empregos configura crime de racismo segundo o MPF

Em Brasília um escritório de advocacia composto por pessoas brancas, poucos meses atrás foi duramente criticado por oferecer vaga de estagiário para afrodescendentes, cargo este de natureza subalterna


Segundo Aras, exigir cor da pele para vagas é crime de racismo, que deve ser punido com reclusão.




44 visualizações0 comentário